fbpx

Início>

Gestão de Pessoas>

Remuneração variável:...

Remuneração variável: saiba o que é e como calcular 

Publicado em 10 jan 2022

Atualizado em 10 jan 2022

Gestão de Pessoas

Compartilhe:

Grande parte das empresas está adotando a remuneração variável como um ganho para os seus funcionários além do salário fixo. Para quem não sabe, ela acrescenta um valor ao salário-base do trabalhador, que é relacionado ao seu desempenho durante um certo período de tempo. Ou seja, está totalmente ligada às metas e à performance do funcionário.

A importância de se trabalhar com esse tipo de benefício está em incentivar cada vez mais os colaboradores a dar o melhor de si e oferecer um direcionamento para que possam bater suas metas e contribuir para os bons resultados da empresa.
Neste post, você vai descobrir como determinados tipos de remuneração variável podem ser calculados. Acompanhe o texto!

Tipos de remuneração variável e como podem ser calculados

Participação nos lucros

Um dos tipos de remuneração variável mais conhecidos no mundo empresarial consiste em bonificar os colaboradores com a divisão dos lucros que a empresa obteve durante o ano ou em um período específico. Ela é regulamentada pela Lei 10.101/2000.

Seu cálculo não é difícil: basta realizar o valor total do lucro que o negócio obteve entre todos os funcionários conforme o plano de remuneração da empresa, que pode estabelecer participações diferentes para cargos distintos nesse processo.

Comissionamento por metas

Outro velho conhecido das empresas é o comissionamento por metas. Esse tipo de remuneração variável surgiu na área comercial dos negócios, em que são oferecidas comissões das vendas realizadas pelos seus vendedores.

Hoje, esse benefício já se expandiu para outras áreas. A sua lógica de cálculo é simples: o colaborador será remunerado conforme o seu desempenho, que está ligado às suas metas.

Cada empresa tem um modelo específico de remuneração. No caso de um vendedor, ele recebe uma % das vendas que realizou. Existem muitos outros modelos, basta entender qual se encaixa melhor com a sua maneira de trabalhar.

Bônus e gratificações

Trabalhar com bônus e quaisquer outros tipos de gratificações pode parecer pouca coisa, mas também é uma ótima maneira de motivar e incentivar os colaboradores a ter um desempenho melhor.

Estamos falando de bônus (que podem ou não ser em dinheiro) para os funcionários e os times que se destacaram em algum trabalho realizado. As regras para esse tipo de remuneração ficam por conta da empresa, e a premiação pode ser desde um vale presente em uma loja qualquer até viagens com todos os custos pagos para qualquer destino.

Premiação por produtividade

A premiação por produtividade é semelhante ao comissionamento por metas, porém a diferença é que em vez de a remuneração ser baseada em objetivos, ela é concedida conforme o ritmo de produção do colaborador e sua equipe.

Da mesma maneira, a empresa poderá definir como será a política de remuneração dos colaboradores que trabalham com esse tipo de benefício, podendo definir um valor fixo a ser pago ou desenhar uma regra mais específica.

Trabalhar com remuneração variável é uma ótima maneira de fazer com que os colaboradores se sintam motivados a atingir seus resultados. Portanto, não deixe de adotá-la em sua empresa.

Gostou do artigo? Encontre mais artigos interessantes como esse em nosso blog:

Relacionados

Mais de mil empresas já garantiram as facilidades do pagamento de folha com a Somapay e oferecem bem-estar financeiro para os seus colaboradores com a conta digital.

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos gratuitos e artigos semanais sobre gestão pessoal, financeira, tecnologia e inovação.