fbpx

Início>

Gestão de Pessoas>

6 dicas essenciais na gestão...

6 dicas essenciais na gestão eficiente de passivos trabalhistas

Publicado em 10 jun 2022

Atualizado em 10 jun 2022

Gestão de Pessoas

Compartilhe:

Passivos trabalhistas são dívidas adquiridas pelo empregador, em função de reclamações dos funcionários na Justiça do Trabalho pelo descumprimento das obrigações na relação contratual — como o não recolhimento de encargos sociais, por exemplo.

Sua ocorrência pode gerar grandes impactos no fluxo de caixa da empresa, pois representa um custo de oportunidade — ou seja, compromete valores que poderiam ser investidos para o crescimento da organização.

Normalmente, inicia-se com uma rescisão contratual mal executada ou realizada após desavenças entre as partes. Por isso, é importante garantir uma gestão eficaz, que evite a ocorrência de doenças ocupacionais, acidentes de trabalho, jornadas excessivas ou altos níveis de periculosidade e/ou insalubridade.

Quer conhecer outras formas de evitar esse contexto tão negativo para a liquidez do seu negócio? Então, confira este post!

1. Instale o controle de ponto 

O controle de ponto é imprescindível para registrar — permanentemente e com eficácia — toda a jornada de trabalho, tempo de descanso ou horas extras, sem que haja risco de falhas na contagem, omissão de dados ou negligência.

2. Automatize a folha de pagamento

Por meio de aplicações, softwares ou plataformas digitais, é possível automatizar a folha de pagamento dos funcionários. Com isso, pode-se até evitar erros nas informações da jornada trabalhada, caso o sistema seja integrado ao equipamento de controle de ponto.

Dessa forma, as obrigações trabalhistas são calculadas de forma automática, agilizando o processo que poderia ser extremamente burocrático e com muitas margens para erros.

Ainda assim, a assinatura (pode ser a assinatura eletrônica) é essencial em documentos como:

  • folha de ponto;
  • recibo de férias;
  • holerite;
  • vales/adiantamentos;
  • conhecimento pelo uso de equipamentos de segurança;
  • termos de responsabilidade por veículos, telefones, uniformes;
  • termo de compromisso pelo acesso à informação (gestão de identidades e acesso).

É bom saber que, quando o holerite é online, dispensa a impressão de comprovante — que pode ser substituído pelo recibo de depósito em uma conta-salário, conforme o artigo 464 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Por isso, faça a gestão de documentos adequadamente, preferencialmente em nuvem, para garantir a segurança e a longevidade dos dados.

3. Gerencie riscos operacionais

Uma boa gestão evita riscos que causam processos, impedindo que falhas nesse sentido acarretem prejuízos incalculáveis para a empresa. Afinal, as más condições de trabalho são, frequentemente, os maiores motivos para passivos trabalhistas — e uma gestão bem estruturada jamais deixa margem para esse tipo de ocorrência.

Se um funcionário faz uma reclamação na justiça por esse motivo e ganha, abre precedente para que todos os outros colaboradores submetidos às mesmas condições também ganhem seus processos. 

4. Acompanhe o workflow

O fluxo de trabalho pode ser acompanhado por meio de sistemas e câmeras que monitoram o desempenho laboral, identifica inconsistências — como horas extras indevidas — e uma possível redução na produtividade.

Além de evitar passivos trabalhistas, ainda favorece um planejamento mais eficiente sobre alocação de colaboradores em atividades e setores, o que melhora os resultados operacionais da empresa.

5. Tenha parcerias especializadas

Terceirizar o RH e contar com um setor jurídico bem estruturado permite que os gestores tenham mais tempo para se dedicarem ao core business da empresa, sem se preocupar com a gestão de passivos trabalhistas — função que será realizada por profissionais competentes, que poderão resolver a questão de forma mais eficaz.

6. Adote uma política preventiva

A gestão organizacional requer auditorias constantes para garantir que as atividades corporativas, infraestrutura, uso de equipamentos de segurança e os pagamentos estejam de acordo com os direitos trabalhistas.

Ao ser correta nesta questão, a empresa também é favorecida, já que o devido cumprimento das obrigações previdenciárias e trabalhistas motiva os colaboradores — que, com maior desempenho, aumentam os resultados do negócio. Por isso, é importante evitar a ocorrência de passivos trabalhistas com uma relação pautada pelo respeito mútuo e o cumprimento adequado da legislação contida na CLT.

Gostou do artigo? Encontre mais artigos interessantes como esse em nosso blog:

Relacionados

Mais de mil empresas já garantiram as facilidades do pagamento de folha com a Somapay e oferecem bem-estar financeiro para os seus colaboradores com a conta digital.

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos gratuitos e artigos semanais sobre gestão pessoal, financeira, tecnologia e inovação.